Que dose de óleo de CBD devo tomar?

Um dos aspetos mais importantes a considerar no uso de óleo de CBD é a dosagem. Esta decisão tem por base uma série de características que variam de uma pessoa para a outra, e também depende da concentração do óleo em si. Neste artigo, damos algumas dicas de como escolher a dose certa de óleo de CBD a tomar. 

Quais são as diferentes concentrações de CBD? 

Uma das principais vantagens do mercado de óleo de CBD é que existem várias marcas e, consequentemente, múltiplas opções em termos de concentrações ou potências. 

Geralmente, cada óleo de CBD tende a estar disponível em duas ou três concentrações diferentes. Estas potências podem variar entre 100 mg e 6,000 mg de CBD por frasco de 30 mililitros. 

Os óleos de CBD com potências até 300 mg tendem a ser as primeiras opções para pessoas que vão começar a tomar canabidiol. No entanto, é sempre recomendado que fale com o seu médico para perceber a concentração ideal para si. 

Quais são os fatores que afetam a dosagem de CBD?  

Existem imensas variáveis que influenciam a dosagem e concentração que deve tomar. Antes de comprar óleo de CBD, deve sempre pedir a opinião do seu médico acerca da potência, frequência de uso, e tipo de canabidiol recomendado. Abaixo, vamos explicar algumas das características que influenciam a dosagem de CBD recomendada. 

1. Género  

Apesar de não parecer, o seu género poderá influenciar a dosagem recomendada. De acordo com alguns estudos, as mulheres tendem a ser mais sensíveis a doses elevadas de CBD, que poderão sofrer efeitos negativos no fígado. Devido a isto, é necessário que o seu médico lhe recomende uma dosagem adequada ao seu género. 

2. Experiência com CBD  

As pessoas que já utilizam CBD há vários anos poderão estar mais habituadas aos seus efeitos e, consequentemente, conseguem adaptar-se a concentrações e dosagens mais elevadas. Pelo contrário, é recomendado que as pessoas que apenas estão a iniciar o seu consumo de CBD optem por dosagens mais fracas e aumentem gradualmente até encontrarem a dose ideal. 

3. Doença 

A seriedade dos sintomas também tem um papel muito importante na dosagem do óleo de CBD. Por exemplo, pessoas que apenas pretendem melhorar a qualidade do sono poderão necessitar de doses mais fracas em comparação com aquelas que sofrem de dor crónica. O seu médico é a pessoa ideal para analisar os seus sintomas e fazer uma recomendação.  

4. Idade 

Dependendo da sua idade, poderá ser recomendado utilizar dosagens mais baixas. Apesar de os riscos do CBD serem comparáveis a outros tipos de medicamentos, existem ainda muitos poucos estudos sobre os seus efeitos em pessoas idosas. Devido a isto, ainda não existe informação suficiente para perceber quais os efeitos de longo termo do CBD em pessoas de idade. 

5. Peso 

Geralmente, a dosagem recomendada varia entre 2,5mg e 5mg de CBD por quilo. Ou seja, quando mais leve for uma pessoa, mais baixa será a dose recomendada. No entanto, existem também outros fatores que poderão ter influência na dose, como o metabolismo ou a biodisponibilidade do óleo em si. 

Qual é a dose de CBD recomendada para mim?  

oleo-cbd-dosagem 1

O primeiro passo para decidir a dose de CBD recomendada para qualquer pessoa deve ser sempre consultar um médico. Como explicamos acima, existem muitas variáveis que podem influenciar a dosagem inicial, e a grande maioria delas está relacionada com o histórico médico e físico da pessoa. 

Frequentemente, a dosagem começará bastante baixa, sendo que o médico poderá recomendar que vá aumentando a dose a cada duas semanas. Por exemplo, pode ser recomendado que comece a tomar 40mg de CBD diariamente e, passado duas semanas, aumente para 45mg.  

Com este processo de toma regular de CBD e o consequente aumento da dosagem, será mais fácil perceber qual a dose ideal para os seus problemas. 

Encontre a melhor dosagem de CBD com esta tabela comparativa 

Conclusão: 3 dicas para escolher a sua dose de CBD  

Selecionar qual a dose ideal para a sua situação é uma decisão bastante individual, para a qual deverá pedir a ajuda do seu médico. Sugerimos que considere os pontos abaixo durante a conversa com o seu profissional de saúde: 

  • A gravidade dos sintomas ou problemas que pretende melhorar 
  • Qual o tipo de CBD e a potência recomendada 
  • Analisar quais os efeitos da dose inicial e atualizar a mesma se necessário 

Poderá ainda tirar partido da tabela acima que, apesar de não substituir a opinião de um médico, poderá ajudar a perceber melhor as como foram estabelecidas as dosagens recomendadas pelos fabricantes. 

Sempre tive bastante interesse em medicinas alternativas, e quando descobri os benefícios do CBD decidi que queria aprofundar os meus conhecimentos. Desde então, tenho escrito artigos para a internet sobre o canabidiol com o objetivo de ajudar mais pessoas a aprender sobre este tópico.

      MiisterCBD
      Logo